Coraline por Neil Gaiman

fevereiro 25, 2018



Coraline  de Neil Gaiman conquistou milhares de fãs por ai.  Esse clássico do autor teve sua adaptação para o cinema e ganhou até uma Graphic Novel. Assisti o lançamento no cinema e até hoje quando vejo uma portinha nem chego perto.
Confira o que eu achei dessa edição na resenha de hoje!




  Coraline
Autor: Neil Gaiman
Editora: Rocco
Páginas: 155
Sinopse: Coraline acaba de se mudar para um apartamento num prédio antigo. Seus vizinhos são velhinhos excêntricos e amáveis que não conseguem dizer seu nome do jeito certo, mas encorajam sua curiosidade e seu instinto de exploração.
Em uma tarde chuvosa, a menina consegue abrir uma porta que sempre estivera trancada na sala de visitas de casa e descobre um caminho para um misterioso apartamento vazio no quarto andar do prédio. 
Para sua surpresa, o apartamento não tem nada de desabitado, e ela fica cara a cara com duas criaturas que afirmam ser seus “outros” pais. Na verdade, aquele parece ser um “outro” mundo mágico atrás da porta. Lá, há brinquedos incríveis e vizinhos que nunca falam seu nome errado. Porém, a menina logo percebe que aquele mundo é tão mortal quanto encantador e que terá de usar toda a sua inteligência para derrotar seus adversários.




Após se mudar para o Pink Palace, Coraline começa a explorar. Conhece seus vizinhos: Bobo, que possui uma trupe de ratos e as senhoritas Spink e Forcible, ex atrizes que dividem seu apartamento com seus cachorros. 



Tudo é muito quieto e sem graça para Coraline, seus pais trabalham demais e nunca podem dar atenção, lá não tem crianças a não ser ela e a cidade é um pouco distante.

Após tirar seu pai do sério, ele sugere que ela vá contar quantas portas e janelas. E assim Coraline fez

"Contou tudo o que era azul(153)
"Contou as janelas (21)
Contou as portas (14)
Das portas que contou, treze abriam e fechavam. A outra - a porta grande e de madeira escura esculpida, no canto mais afastada da sala de visitas - estava trancada"

A casa tinha 14 portas e apenas 13 abriam e fechavam, uma pequena portinha no canto da sala de visita estava trancada.

Descobriu que depois dessa portinha, existia um outro mundo onde tudo era igual, até sua mãe, com uma única diferença: no lugar dos olhos, ela tinha botões.

Resultado de imagem para coraline

Lá era tudo perfeito, a comida, a diversão, a companhia, os vizinhos. Coraline poderia ficar lá para sempre, com a condição de ter botões costurados no lugar de seus olhos

A outra mãe é manipuladora e por trás da sua aparência amável o que ela mais quer é prender Coraline no outro mundo para pegar sua alma. 
Coraline começa a perceber as intenções da sua outra mãe, que na verdade se chama Bela Dama, quando recebe a ajuda dos três fantasmas das crianças que já passaram pelas mãos da Beldam, ela volta correndo para o seu mundo e descobre que seus pais sumiram.

Decidida a não deixar Coraline ir embora, a Bela Dama a prende em seu mundo.
Determinada a sair daquele lugar, Coraline desafia Beldam e se ela conseguir vencer vai poder sair. 
Será que ela vai conseguir?

Com a ajuda do gato e dos fantasmas, Coraline corre contra o tempo para salvar sua alma.

Resultado de imagem para coraline

A escrita de Gaiman é apaixonante, a história é curta e eu devorei o livro. A edição é ilustrada e com uma ótima diagramação.

Coraline possui uma adaptação para o cinema é uma graphic novel.
Um dos meus filmes favoritos, o livro ganhou meu coração <3 span="">



Você também vai amar:

5 comentários

Subscribe